sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

VAMOS PLANTAR MAIS FLORES

.
te digo amor
tá tão difícil
achar uma flor
em tanto horror

.
como ser forte
perto da morte
e erguer o queixo
sem ser indiferente?

.
todo dia cai
ordem de despejo
cai por dia cai
e rasga o peito
foi com custo de trabalho
que ergui o meu barraco
para trator botar no chão.

.
todo dia cai
assim sem jeito
cai por dia um pai
e pinta o leito
com o sangue da garganta
viu correr a sua manta
sob os pés dos canibais.

.
todo dia cai
assim do berço
pro riacho carregar
com um brinquedo
não me diga que é justo
que um sonho de criança
vá assim parar no mar.

.
todo dia cai
desfalecida
o lamento de uma mãe
não acredita
como pode ser a vida
toda ela tão sofrida
enquanto pulam carnavais.
.
te digo amor
é tão difícil
e pouco eu penso
senão desisto

.
é teu carinho
que me faz forte
tem meus amigos

E em nada mais eu tenho fé.
Alek Sander de Carvalho 2008/02
.
.
(...) vamos plantar mais flores,
seremos mais fortes.
Os carniceiros não somos nós,
não queremos nada de ninguém
e nem mais do que precisamos,
por isso andamos de cabeça erguida
para olhar bem nos olhos
dos abutres que nos cercam, sem medo.
Eles que destroem casas de famílias,
que exploram pais,
que alimentam o desespero de mães
que não têm como alimentar os seus filhos...
eles é que devem se envergonhar.
Sthé S. M. 2008/02
.
As vezes num quarto escuro é preciso que alguém ascenda a luz, para que, possamos enxergar com nitidez os móveis com os quais trombamos ou sentimos no tato. Uma linda lembrança pode irradiar um dia todo. Não vou me obsecar com outra coisa que não seja a memória das pessoas que amo, que não seja a tua memória. Sim!!! Sim!!! VAMOS PLANTAR MAIS FLORES!!!

Creative Commons License
Carmesin is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.

Um comentário:

jack.kiedis disse...

é....
quem escreveu isso?
que está a reclamar menino? tem toda liberdade que quiser, vivemos em plena liberdade, alegres e felizes com as coisas e aparências que compramos, ora fazer o que, se uns tem e outros não?

...

muito bom Alek..
tentarei visitar com frequência!
beijo